o que é a rededots?

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

As redes sociais não têm bilhões de usuários por acaso. A vocação humana é estar conectado aos outros. Nós nascemos conectados. Depois que o cordão é cortado, imediatamente encontramos novas conexões que vão nos ajudar a crescer, andar, aprender, descobrir, amar, a ser mais fortes. Vamos de conexão a conexão pela vida na busca pela sobrevivência. Precisamos do outro e o outro precisa da gente. Simples assim.

E simples assim foi o pensamento da Kuki quando criou DOTs. Uma rede que tinha como propósito conectar talentos através da generosidade.

Rapidamente as conexões foram surgindo e o conhecimento se multiplicando. Tem artesão, designer, estilista, empresário, dona de casa, eletricista, médico… tem gente muito diferente mas o propósito é igual: partilhar tempo, contatos, talentos, ideias e gentileza.

A crença da Kuki que só seremos felizes praticando a interdependência - “juntos somos um”, se espalhou e acabou virando a crença de milhares de pessoas. Se espalhou mais ainda e saiu do campo profissional para entrar no campo da solidariedade.

Dot significa “ponto” em inglês e os 73 mil membros do grupo são “pontos conectados”. Unidos transformam-se em algo maior, com sentido e com um propósito comum, que é o bem de todos.

Hoje, Dots não é mais um pontinho no facebook entre tantos outros. É uma rede , ou melhor, uma COMUNIDADE com menos de um ano e mais de 73 mil pessoas conectadas. E ainda gerou uma nova criação: o Dots Guardians.

Dedicada à filantropia, Dots Guardians já tem 7.000 membros fazendo algo de bom por alguém por puro voluntariado.

Para se ter uma ideia, em 72 horas, 15 mil litros de água foram arrecadados para Mariana, com doações do Brasil e do exterior. E depois do incêndio, centenas de moradores de Paraisópolis foram ajudadas com um mutirão de solidariedade, envolvendo milhares de pessoas das duas redes.

Conectar é a ação de ligar uma parte a outra e por meio dessa ligação realizar transferências. No nosso caso, transferência de conhecimento, talento e esperança.